Sobre estudar canto

Ao cantar, utilizamos nosso próprio corpo como um instrumento musical.

No entanto, como o aparato vocal não foi biologicamente produzido para esta finalidade, é necessário desenvolvê-lo. Isso é possível por meio do domínio da respiração, adequação da postura corporal, desenvolvimento da percepção auditiva, exercícios de entoação, fortalecimento dos músculos relacionados à fala, aprimoramento da dicção, entre outras questões que são trabalhadas ao longo do curso.

Esses tópicos vão sendo praticados junto com o desenvolvimento de repertório, que se adapta às preferências musicais de cada aluno. Conceitos musicais também vão sendo ensinados de acordo com o interesse e a necessidade de cada um, como leitura musical (partitura), rítmica, harmonia, etc.

Atualmente, o foco do curso de canto de canto na Expressarte baseia-se em repertório de música popular.

Os alunos têm ainda a oportunidade de realizar apresentações semestrais, que geralmente acontecem em casas de show. A Expressarte já promoveu apresentações no Lucena Bar (Lapa), Café Piu Piu (Bixiga), Magnólia Bar (Vila Romana), Café Paon (Moema) e Piazza Zini (Freguesia do Ó). São momentos em que o aluno vivencia a experiência de estar no palco interagindo com a plateia.

 

Dúvidas frequentes

Todos podem cantar ou só aqueles que nasceram com este “dom”?

Como regra geral, todos podem aprender a cantar sim. Todos os critérios utilizados para avaliar se alguém “canta bem” podem ser trabalhados e aprimorados durante um curso de canto, a saber: afinação vocal, interpretação, postura corporal, timbre vocal, rítmica, capacidade de improvisação, respiração, dicção, entre outros.

Geralmente o tempo de aprendizado pode variar bastante de pessoa para pessoa e, por este motivo, é importante evitar comparações. Além disso, “cantar bem” não é garantia de “sucesso profissional” como cantor, uma vez que para isso estão em jogo outras questões mercadológicas que fogem ao escopo da proposta de ensino de nossa escola.

 

Quanto tempo demora para eu cantar bem? Em quanto tempo vou estar cantando a primeira música?

Estas questões são muito relativas, pois dependem de vários fatores: idade, características individuais de aprendizado, experiência musical prévia, tempo disponível para estudos individuais, interesse e motivação com relação ao curso, restrições médicas, entre outros fatores.

É importante seguir as recomendações de estudo do seu professor, para um melhor aproveitamento do seu tempo e, também, para evitar fadigas ou lesões nas pregas vocais.

O curso tem uma abordagem bem prática, onde o aluno já canta desde a primeira aula. Em média, com 6 meses de aula, é possível perceber progressos no desenvolvimento vocal.

 

Quais músicas vou aprender nas aulas?

O repertório pode ser livremente sugerido pelo aluno, para adequar as aulas aos seus gostos pessoais e às suas necessidades individuais. Geralmente, ao longo do curso, o professor também indica algumas canções para o aluno, com o objetivo de ampliar seu conhecimento musical e trabalhar questões específicas da técnica vocal.

 

Canto lírico é muito complicado de se aprender?

Não. O canto lírico apenas exige uma técnica vocal mais específica e detalhada, o que pressupõe uma experiência maior com a própria voz. É importante ter uma intimidade maior com a própria voz, para conhecer os limites individuais e identificar os desafios técnicos a serem trabalhados. É possível iniciar o estudo deste estilo com o repertório de musicais, até chegar às óperas, caso seja de interesse do aluno.

 

É abordado solfejo durante o curso?

O solfejo é utilizado em alguns momentos do curso como uma estratégia didática, com o objetivo de desenvolver a leitura musical (partitura e teoria musical), percepção auditiva, afinação, etc. Há alguns métodos bem interessantes e dinâmicos, alinhados a preceitos contemporâneos de Educação Musical. É importante lembrar que a escola oferece a aula de Linguagem e Estruturação Musical como um complemento à aula de canto, que o aluno poderá cursar para aprimorar a leitura e a percepção musical, caso seja de seu interesse.

Envie sua dúvida!

Share this post on: